CHIPRE: ENCONTRO ENTRE CATÓLICOS E ORTODOXOS

24 de outubro de 2009 § Deixe um comentário

6a00d83451c30d69e20120a6084be7970b-800wi Paphos, 24 out (RV) – Concluiu-se ontem, sexta-feira, na localidade de Paphos, Ilha de Chipre, a reunião da Comissão Conjunta Internacional para o Diálogo Teológico entre a Igreja Católica e a Igreja Ortodoxa. A reunião teve início no último dia 16 de outubro. O ambiente cordial do encontro foi alterado pelas manifestações de protesto de alguns radicais ortodoxos contrários ao diálogo com a Igreja Católica. Diante da violência dos protestos, a polícia de Chipre prendeu quatro cidadãos e dois monges do Mosteiro de Stavrovuni.
Um comunicado final conjunto confirma que no encontro foram dados passos avante para a redação de um documento sobre o tema “O papel do Bispo de Roma na comunhão da Igreja no primeiro milênio”. O documento baseia-se num “esboço preparado pelo Comitê Conjunto de Coordenação, que se reuniu em Elounda (Creta, Grécia) no ano passado”.
Participaram da reunião 20 expoentes católicos e se encontravam representadas todas as Igrejas Ortodoxas, com exceção do Patriarcado da Bulgária. A Comissão trabalhou sob a direção de seus dois co-presidentes, o Cardeal Walter Kasper e o metropolita Ioannis Zizioulas de Pergamo. Sábado último, dia 17 de outubro, os co-presidentes e os demais participantes, entre os quais o Prefeito da Congregação para as Igrejas Orientais, Cardeal Leonardo Sandri, foram recebidos no Palácio Presidencial pelo Presidente de Chipre, Dimitris Christofias, que expressou a esperança de que este importante diálogo continue em um mundo ainda dividido, como o mesmo Chipre, e fez votos de progressos no caminho de comunhão entre as duas Igrejas. (SP)

 

Fonte: Rádio Vaticano

«Escolhe a vida» (Dt 30, 19)

24 de outubro de 2009 § Deixe um comentário

 

Há dois caminhos: um de vida e outro de morte, mas há uma grande diferença entre os dois. Ora o caminho da vida é o seguinte: primeiro que tudo, amarás a Deus que te criou; em segundo lugar, amarás o teu próximo como a ti mesmo e aquilo que não queres que ele te faça não o faças tu a outrem. Eis o ensinamento contido nestas palavras: Bendizei aqueles que vos maldizem, rezai pelos vossos inimigos, jejuai pelos que vos perseguem. Com efeito, que mérito tendes em amar os que vos amam? Não o fazem também os pagãos? Quanto a vós, amai os que vos odeiam e não tereis inimigos. Abstende-vos dos desejos carnais e corporais. […]
Segundo mandamento da doutrina: não matarás, não cometerás adultério, não seduzirás rapazes, não cometerás fornicação, nem roubo, nem magia, nem envenenamento; não matarás nenhuma criança, por aborto ou depois do nascimento; não desejarás os bens do teu próximo. Não cometerás perjúrio, não levantarás falsos testemunhos, não terás intenções de maledicência e não guardarás rancor. Não terás duas maneiras de pensar nem duas palavras: porque a duplicidade de linguagem é uma armadilha de morte. A tua palavra não será mentirosa nem vã, mas plena de sentido. Não serás avarento, nem ganancioso, nem hipócrita, nem maldoso, nem orgulhoso; não terás má vontade com o teu próximo. Não deves odiar ninguém: deves corrigir uns e rezar por eles e amar os outros mais do que a própria vida.
Meu filho, foge de tudo o que é mal e de tudo o que te parece mal. […] Vigia para que ninguém te desvie da doutrina, porque esse estará a guiar-te para longe de Deus. Se puderes suportar todo o jugo do Senhor, serás perfeito; se não, faz ao menos o que te for possível.
(Referências bíblicas: Mt 22, 37ss.; 7, 12; Tb 4, 15; Mt 5, 44ss.; 1Pe 2, 11; Ex 20; Mt 24, 4)

Didaqué (entre 60-120)

Fonte: Evangelho Quotidiano

Igreja da Suécia (Luterana) aprova casamento religioso entre homossexuais

23 de outubro de 2009 § Deixe um comentário

 

 

Medida entra em vigor a 1 de Novembro

A Igreja da Suécia aprovou hoje o casamento religioso dos homossexuais, que já era autorizado pela lei sueca desde 01 de Maio.
A medida, que será aplicada a partir de 01 de Novembro, foi adoptada por uma maioria de cerca de 70 por cento dos 250 membros do sínodo sueco, indicou a instituição religiosa protestante em comunicado.
No sínodo foi também aprovada uma liturgia para os casamentos homossexuais, de acordo com o mesmo comunicado.
Aquando da adopção da lei pelo parlamento sueco em Abril último, a Igreja luterana, separada do Estado em 2000, apoiou a reforma mas adiou a aprovação formal para o sínodo.
A Suécia, já pioneira em matéria de direito à adopção pelos casais homossexuais, torna-se assim um dos primeiros países do mundo a autorizar a celebração de casamentos entre pessoas do mesmo sexo, no seio da sua principal congregação religiosa.
Cerca de 73 por cento dos suecos pertenciam à Igreja da Suécia em 2008.
A principal associação sueca de defesa dos homossexuais, RFSL, saudou a decisão.
A "RSFL felicita a Igreja da Suécia pela decisão, os vossos membros homossexuais e bissexuais vão enfim poder sentir-se um pouco mais bem-vindos na sociedade", indica um comunicado.
Mas a associação critica o direito dos pastores de recusarem a título individual celebrar um casamento homossexual. Nesse caso, a Igreja deverá poder encontrar um outro padre para a cerimónia.
Responsáveis das Igrejas católica e ortodoxa, grandemente minoritárias na Suécia, manifestaram-se entristecidos pela decisão da Igreja protestante.
"É com tristeza que tomamos conhecimento da decisão do sínodo da Igreja da Suécia", escreveram Frederik Emanuelson, responsável ecuménico da Igreja católica sueca e Misha Jaksic, um responsável da Igreja ortodoxa, num comunicado comum.
"Nas nossas Igrejas e comunidades não uniremos casais homossexuais, dado ser uma contradição completa relativamente à tradição da Igreja e de toda a nossa visão da criação", acrescentaram.
Na Suécia, os casais heterossexuais podem escolher entre o casamento civil e o religioso, enquanto que os casais homossexuais só estavam autorizados, desde 1995 e até agora, a unirem-se através de uma parceria tornada legal por uma cerimónia civil.
O casamento religioso tem neste país nórdico valor civil.

Fonte: Diário de Notícias

«Que hei-de fazer, uma vez que não tenho onde guardar a minha colheita?»

19 de outubro de 2009 § Deixe um comentário

 

 

«Que hei-de fazer?» Há uma resposta imediata: «Satisfarei as almas dos esfomeados; abrirei os meus celeiros e convidarei todos os que passam necessidades. […] Farei ouvir uma palavra generosa: vós, a quem falta o pão, vinde a mim; tomai a vossa parte, de acordo com as vossas necessidades, dos dons concedidos por Deus que jorram como que de uma fonte pública.» Mas tu, homem rico, insensato, estás bem longe disso! Por que razão? Ciumento de veres os outros gozarem de riquezas, entregas-te a cálculos miseráveis, não te preocupas em distribuir a cada um o indispensável, mas em tudo amealhar, privando os outros dos benefícios de que poderiam usufruir. […]
E vós, meus irmãos, estai atentos para não conhecerdes o mesmo destino que este homem! Se a Escritura nos oferece este exemplo, é para que evitemos comportar-nos do mesmo modo. Imitai a terra: como ela, dai frutos, e não vos mostreis piores que ela, que no entanto é desprovida de alma. A terra dá as suas colheitas não para o seu próprio gozo, mas para te servir. Assim, todo o fruto da benevolência que revelares, recebê-lo-ás de volta, dado que as graças que fazem nascer as boas obras voltam aos que as dispensam. Alimentaste o que tinha fome, e o que deste mantém-se contigo, e vem mesmo um suplemento. Como o grão de trigo caído na terra aproveita ao que o semeou, o pão dado ao que tem fome far-te-á receber mais tarde benefícios superabundantes. Que a finalidade da tua lavoura seja para ti o início da sementeira no céu.

 

São Basílio (c. 330-379)

Fonte: Evangelho Quotidiano

Primeiro festival de mídia Ortodoxa da Ucrânia

17 de outubro de 2009 § Deixe um comentário

IMG_1545-1IMG_1423_1

De 9 a 12 de Outubro, em Kiev, realizou-se o primeiro festival de mídia ortodoxas, por iniciativa de dirigentes dos meios de comunicação da Igreja Ortodoxa Ucraniana (Patriarcado de Moscou). Os participantes receberam a bênção do Metropolita Vladimir. Reuniões, apresentações e uma mesa redonda sobre o tema: “A palavra da Igreja no mundo contemporâneo: os princípios cristãos de jornalismo” ocorreram durante esses dias. Os prêmios em diversas categorias, foram apresentados à imprensa. Este site é dedicado a este evento.

Sagração do primeiro Bispo do Burundi e de Ruanda

17 de outubro de 2009 § Deixe um comentário

 

Mgrsavvas

Em outubro passado 11, o mosteiro de São Savvas em Alexandria, Savvas Bishop (Cheimonetou) foi consagrado o primeiro bispo do Burundi e Ruanda. A Igreja de Alexandria foi levado à criação desta nova diocese de apoiar a população local é uma das mais pobres do continente Africano. Nesta ocasião, o Patriarca de Alexandria, saudou o novo bispo e agradeceu o trabalho já realizado como o comissário do Patriarcado de Alexandria, chefe do departamento econômico do Patriarcado e, recentemente, diretora da Escola Igreja patriarcal Atanásio, o Grande .
Fonte e foto: Romfea.gr

Onde estou?

Você está atualmente visualizando os arquivos para outubro, 2009 em .