2º Domingo Após Pentecostes – 2º Domingo de Mateus

21 de junho de 2009 § Deixe um comentário

Romanos 2, 10-16; Mateus 4, 18-23

“Vinde após mim. Farei de vós pescadores de homens”

S. Efrém (306-373), Comentário do Diatessaron

Vieram a ele como pescadores de peixes e tornaram-se pescadores de homens, como ele dissera: “Eis que agora envio caçadores de homens, e eles caçaram sobre todas as montanhas e todos os lugares elevados” (Jr 16,16). Se ele tivesse enviado sábios, diriam que tinham persuadido o povo e assim tinham ganho, ou que os tinham enganado e assim os agarraram. Se ele tivesse enviado ricos, diriam que eles tinham dominado do povo alimentando-o, ou que os tinham corrompido com dinheiro, e assim os tinham dominado. Se tivesse enviado homens fortes, teriam dito que eles os tinham seduzido pela força, ou ao contrário, pela violência.

Mas os apóstolos não tinham nada disso. O Senhor mostrá-lo-á a todos pelo exemplo de São Pedro. Ele era pusilânime, porque ele ficou aterrorizado à voz de um criado; era pobre, porque ele próprio não podia pagar a sua parte do imposto: “Não tenho ouro nem prata” (Ac 3,6; Mt 17, 24-27). Ele não tinha cultura pois, quando negou o Senhor, nem foi capaz de se defender pela astúcia.

Eles partiram pois, estes pescadores de peixes, e alcançaram a vitória sobre os fortes, os ricos e os sábios. Grande milagre! Fracos como eram, atraíram, sem violência, os fortes à sua doutrina; pobres, ensinaram os ricos; ignorantes, fizeram os seus discípulos sábios e prudentes. A sabedoria do mundo deu lugar a esta sabedoria que é ela própria a sabedoria das sabedorias.

 

SANTORAL (UMA TÃO GRANDE NUVEM DE TESTEMUNHAS)

8 de Junho (Calendário Juliano): Santa Mártir Kaliopi

without comments

Santa Kaliopi viveu no século III, no tempo do Imperador Décio. De notável beleza física, distinguiu-se, no entanto, pela beleza de sua alma. Muitos homens, deslumbrados por sua beleza, tentaram, em vão, se casar com ela. Sua alma e todo o seu esforço foram dedicados ao cuidado e assistência aos mais fracos e pobres. Quando teve início a perseguição aos cristãos por Décio, prenderam também a Santa e levaram-na à presença do imperador. Este, muito impressionado por sua beleza, buscou, de diversas maneiras, introduzi-la na idolatria. A Santa, porém, inamovível em sua posição e com a fé inabalável em Cristo, rejeitou toda e qualquer proposta. Assim, o imperador ordenou que a açoitassem e, depois de submetê-la a várias formas de torturas, foi enfim decapitada.

Fonte: Ortodoxia.org
Trad.: Pe. André

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento 2º Domingo Após Pentecostes – 2º Domingo de Mateus no .

Meta

%d blogueiros gostam disto: