PRIMAZIA DE HONRA E SUPREMACIA

19 de maio de 2009 § Deixe um comentário

«Tu és Pedro»

Esta frase bem conhecida tomou um lugar considerável na apologética latina, que dela fez um ponto de apoio para justificar dois postulados:

1. A Pedro fora dado o poder de governar a Igreja;
2. Ao Papa o direito de suceder a Pedro e conseqüentemente o direito de governar igualmente a Igreja.

Embora inúmeros teólogos atuais não encontrem nessa frase uma significação de forma alguma tão absoluta, parece-nos interessante recordar a interpretação que os Padres da Igreja deram a esta passagem de São Mateus (XVI, 16-20):

“E vós, disse-lhes Ele, quem dizeis que Eu sou? Simão Pedro respondendo disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus Vivo. E Jesus respondendo disse-lhe: Bem-aventurado és tu, Simão filho de Jonas, porque não to revelou a carne e o sangue, mas Meu Pai que está nos Céus. Pois também Eu te digo que tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a Minha Igreja e as portas do inferno não prevalecerão contra Ela. Eu te darei as chaves do Reino dos Céus; e tudo o que ligares na Terra será ligado nos Céus e tudo o que desligares na Terra será desligado nos Céus”.

O Bem-Aventurado Agostinho, Bispo de Hipona (Retractações, cap. 21) afirma:

“Eu digo num lugar, do Apóstolo Pedro, que a Igreja havia sido fundada sobre ele como sobre uma pedra. Este sentido é cantado pela boca de grande número de Padres da Igreja, entre os quais Santo Ambrósio de Milão, em versos, diz a respeito do galo: quando ele cantou, a pedra da Igreja lamentou o seu erro. Mas eu sei que em seguida expus, muito freqüentemente, as palavras de Nosso Senhor: ‘Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a Minha Igreja’, da forma seguinte: que a Igreja seria edificada sobre Aquele que Pedro confessou, dizendo: ‘Tu és o Cristo, o Filho de Deus Vivo’. Assim Pedro (Petrus) que teria tomado o seu nome desta pedra (Petra), simbolizaria a Igreja que é construída sobre esta pedra e que recebeu as chaves do Reino dos Céus. Com efeito, não lhe foi dito: Tu és a pedra (Petra), mas: Tu és Pedro (Petrus), pois a Pedra (Petra) era o próprio Filho de Deus, Cristo. Simão Pedro, ao confessar Cristo como a Igreja inteira O confessa, foi chamado Petrus (Pedro)”.

Para ler este texto na íntegra, clique aqui.

Anúncios

Marcado:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento PRIMAZIA DE HONRA E SUPREMACIA no .

Meta

%d blogueiros gostam disto: